Anti-inflamatório para hemorroida: qual o mais eficaz?

Anti-inflamatório para hemorroida: qual o mais eficaz?

As hemorroidas podem inflamar, inchar, doer e sangrar. Somente quem já teve uma crise forte de hemorroida sabe como é ruim; muitas vezes, começa sem razão aparente, atrapalha os compromissos de trabalho e sociais, preocupa as grávidas, e se torna um enorme problema em viagens e passeios.  

Receitar medicamentos sem examinar não é o correto, mas para aliviar os sintomas, os anti-inflamatórios são indicados, bem como algumas medidas caseiras — o banho de assento ajuda na cicatrização e amenização da dor; saiba como fazê-lo neste post que separamos para você.

Anti-inflamatório para hemorroida: qual utilizar?

Existem três anti-inflamatórios mais indicados nesses casos: Nimesulida, Ibuprofeno e Diclofenaco. Esses remédios diminuem a dor e o inchaço. Para surtir o efeito, devem ser utilizados por, pelo menos, 5 dias.

É muito importante lembrar quem está procurando anti-inflamatório para hemorroida que o tratamento não se resume a isso. São necessários remédios e pomadas específicos para a cura da doença, ou seja, o anti-inflamatório não resolve o problema, apenas alivia o incômodo.

Antes de tudo, é necessário consultar com um proctologista. Ele também indicará repouso, manter o intestino em bom funcionamento, evitar temperos e pimentas, manter cuidados locais como gelo ou banhos de assento — dependendo do caso, pois o gelo pode até piorar alguns tipos de hemorroida.

Também é preciso evitar o uso de papel higiênico e usar a ducha como alternativa. Somente o coloproctologista poderá definir o tratamento quando realizar o exame local.

Hemorroida tratamentoDicas da Dra. Hilma

Dentre os perigos da automedicação, mesmo de remédios mais simples como o anti-inflamatório, é que algumas pessoas possuem gastrite, alergia ou intolerância às substâncias desses. Havendo dúvidas, não tome anti-inflamatório para hemorroida.

Atenção: caso o medicamento não alivie a dor, marque uma consulta com o coloproctologista. Existem várias doenças do ânus que se parecem com hemorroida, como fissura, abscesso e herpes — todos esses incham, mas são tratadas com medicamentos específicos e, algumas, somente a cirurgia se apresenta como opção de tratamento.

Não facilite! O exame local do ânus é muito importante, pois, com ele, o médico dará o diagnóstico correto e informará o tratamento adequado.

Não confie em receitas de quem diz que já teve hemorroida e se acha entendido do assunto, pois cada pessoa tem um organismo diferente, com doenças e tratamento diferentes.

Se você está lendo o blog desesperado de dor que começou recentemente, siga esses conselhos de ouro: tome um comprimido de Tylenol, coloque bolsa de gelo sobre o ânus e consulte-se logo com o coloproctologista. Quanto mais cedo você se tratar, mais depressa vai melhorar.

Não é só a hemorroida que incomoda. A prisão de ventre, uma disfunção aparentemente mais simples, causa constrangimentos e atrapalha as diversas atividades do dia a dia. Muitas pessoas acreditam que o laxante é a melhor opção nesses casos. Mas, será que é? Descubra agora mesmo neste post.

Autor

Dra. Hilma Nogueira da Gama
Dra. Hilma Nogueira da Gama
CRM-MG 16.386

Graduada em medicina pela UFJF (1983) e com residências em Cirurgia Geral pelo Hospital Belo Horizonte e em Coloproctologia pela Santa Casa de Misericórdia de Belo Horizonte. É membro titular e coordenadora de Coloproctologia no Hospital Madre Teresa.

Acredita que o médico tem função social de informar, interagir e se aproximar dos pacientes. Nasceu em uma família de médicos, de onde herdou seu dom para a profissão.

Compartilhe

comments

Dra. Hilma Nogueira da Gama

CRM-MG 16.386 Graduada em medicina pela UFJF (1983) e com residências em Cirurgia Geral pelo Hospital Belo Horizonte e em Coloproctologia pela Santa Casa de Misericórdia de Belo Horizonte. É membro titular e coordenadora de Coloproctologia no Hospital Madre Teresa. Acredita que o médico tem função social de informar, interagir e se aproximar dos pacientes. Nasceu em uma família de médicos, de onde herdou seu dom para a profissão.
Fechar Menu