A cirurgia de hemorroida é feita da seguinte maneira:

  • Aplica-se uma anestesia raqui (um tipo de anestesia em que o anestésico é aplicado no líquido que envolve a espinha) ou uma anestesia local com sedação. Normalmente, utiliza-se a raqui, em que o paciente senta na maca, a anestesia é realizada e alguns minutos são aguardados para que surta o efeito;
  • Após isso, a equipe médica posiciona o paciente na mesa cirúrgica, podendo ser de barriga para baixo ou em posição ginecológica — de acordo com a preferência do cirurgião;
  • Examina-se o ânus e a cirurgia se inicia com a retirada dos mamilos hemorroidários — dilatações das veias anais — que, normalmente, são três; 
  • A seguir, costuramos a região com um fio absorvível. Logo, conferimos se existe algum sangramento, tocamos o ânus e verificamos se está ok, aplicamos pomada e, por fim, é feito um curativo com gaze.

Pode parecer um procedimento complexo, mas a duração é de cerca de 20 minutos — contando que pode variar de acordo com o tamanho da hemorroida, do sangramento e da habilidade do cirurgião.

A cirurgia é indicada somente para casos extremos, quando o tratamento com medicamentos e pomadas locais não resolvem.

E o pós-cirurgico da cirurgia de hemorroida?

O pós-cirúrgico requer cuidados especiais. Nas duas primeiras semanas, recomenda-se:

  • Remédios de dor e laxantes para amaciar as fezes; 
  • Aplicação de pomadas;
  • Manter uma dieta com muitas frutas, saladas, verduras, líquido, pouco tempero;
  • Acompanhamento de um proctologista de fácil acesso, que passe segurança e tire as dúvidas do paciente sempre que necessário.

O ânus é a parte do corpo mais delicada, e possui características peculiares: é contaminado por fezes e cicatriza sem dar “casquinha” como os machucados da pele, portanto, a recuperação é lenta.

Após 15 dias da cirurgia de hemorroida, a dor alivia e o paciente pode retornar às atividades normais, exceto as atividades físicas, que são recomendadas somente após 30 dias. O acompanhamento próximo do proctologista no pós-operatório garante uma recuperação mais tranquila. 

E você? Está sentindo algum incômodo no ânus? Saiba que a cirurgia é realizada na minoria dos casos de hemorroida, normalmente quando os pacientes não cuidam adequadamente da doença. Quanto mais adiar o tratamento com um especialista, maiores são as chances da hemorroida piorar ou descobrir, tardiamente, uma disfunção séria no ânus.

Não fiquei constrangido! Todas as regiões do corpo precisam de cuidado, inclusive a região anal. Um proctologista pode resolver o seu problema em pouco tempo. Também não se automedique. Você pode piorar os sintomas e agravar a situação.

Agora que você já sabe como é feita a cirurgia de hemorroida, quer marcar uma consulta e tirar suas dúvidas? Marque uma consulta comigo agora mesmo!

Marque consulta

Compartilhe

comments
Fechar Menu
WhatsApp Hemorroidurgente
ENVIAR