Em alguns estados como Bahia e Minas Gerais, a pimenta é um dos elementos mais queridos da gastronomia local. Essas duas culinárias famosas do País também são marcadas pela presença de temperos diversos. Sendo mineiro ou baiano, quem não gosta de uma comida temperada? Pois é, mas muitas pessoas ainda evitam pimentas e temperos com receio de ter hemorroidas.

O fato é que isso é um mito até certo ponto. Pois bem, temperos e pimentas não causam a doença, mas podem gerar irritação na hemorroida já presente, uma vez que certos condimentos não são absorvidos pelo organismo e saem nas fezes que, ao passarem pelo ânus, irritam a mucosa local.

Quais alimentos ou substâncias podem irritar a hemorroida?

Não existe uma lista pronta e padrão para todas as pessoas. A sensibilidade a alimentos é individual. Pode ser que um alimento que irrite a sua hemorroida não cause o mesmo efeito em outra pessoa, e vice-versa.

Os alimentos e substâncias que costumam desencadear esse efeito colateral são:

  • Pimenta do reino;
  • Lúpulo;
  • Gengibre;
  • Condimentos no geral;
  • Bebidas alcoólicas.

Lembrando que você precisa observar seu corpo. Algumas pessoas ingerem essas substâncias e alimentos mas não sentem reações, enquanto outras não toleram devido à sensibilidade que já possuem. De qualquer maneira, devem ser evitados apenas durante a crise de hemorroida, não como forma de evitá-la, porque essa relação não existe.

Qual a relação entre alimentação e hemorroida?

A alimentação é a base da nossa saúde, portanto, automaticamente afeta no desenvolvimento da hemorroida e na sua cura. Vamos falar, primeiro, de como a alimentação pode causar a doença — e não é ingerindo temperos e pimentas.

Acontece que algumas das principais causas da hemorroida são prisão de ventre e diarreia. As fezes endurecidas, além de desencadearem um esforço ao evacuar, podem machucar o ânus, aumentando a tensão nas veias hemorroidárias. Já a diarreia é ácida, e provoca idas frequentes ao banheiro, aumentando as chances de também ferir e tensionar as veias da região anal.

Por isso é tão importante manter uma dieta equilibrada. Dicas de ouro para você manter o bom funcionamento do intestino e evitar a hemorroida:

  • Beba bastante água;
  • Prefira alimentos ricos em fibras, como frutas, legumes, grãos e cereais;
  • Cuidado com o consumo de álcool e açúcar. Modere o uso;
  • Faça exercícios físicos
  • Mantenha horários regulares para as refeições (evite espaçar demais);
  • Não segure a vontade de evacuar;
  • Não passe muito tempo sentado no vaso sanitário (para evitar o dilatamento das veias hemorroidárias.

Por fim, não se esqueça de ir ao coloproctologista regularmente. Assim como outras partes do corpo, o intestino e o ânus demandam cuidados específicos, que podem evitar doenças mais sérias.

Dicas da Dra Hilma

Hemorroida tratamento

Observe seu organismo! Se alguma coisa irritar o ânus, evite, caso contrário, não suspenda o uso porque algum conhecido recomendou. Tempero e pimenta não fazem mal para hemorroida e nem são a causa do problema.

Mantenha uma alimentação balanceada e hábitos saudáveis. Caso perceba algum incômodo no ânus, não protele o tratamento: vá a um coloproctologista, pois quanto antes o tratamento for realizado, maiores as chances de cura e menor o desconforto.

Compartilhe

comments
Fechar Menu
WhatsApp Hemorroidurgente
ENVIAR