Infelizmente, as pessoas no Brasil ainda tratam a hemorroida de forma pejorativa — não é à toa que existem tantos mitos e desinformações sobre a doença. Nesse contexto, mentiras são disseminadas como verdades, como a que hemorroida pega.

A hemorroida, ao contrário do que muitos pensam, não é uma doença transmissível, muito menos sexualmente. Para entender isso, vou explicar para você, primeiro, o que é hemorroida. Depois falaremos sobre questões genéticas e as causas, combinado?

O que é hemorroida, afinal?

Hemorróidas são veias dilatadas no ânus como as varizes nas pernas — as veias ficam finas e se rompem facilmente, podendo sangrar, inchar e incomodar ao evacuar. Mas não é uma doença contagiosa!

Outras doenças do ânus podem parecer com hemorroida, mas com o exame local o coloproctologista saberá exatamente do que se trata. Existem doenças sexualmente transmissíveis que parecem hemorroida, como as verrugas anais, chamadas condilomas.

Alguns pacientes que atendi observaram umas bolinhas no ânus pensando que fossem hemorróidas, e não era. As hemorroidas podem aparecer em crises, ou seja, ficam inchadas  por uns dias e depois somem mesmo sem serem tratadas.

Algumas pessoas evitam a consulta com medo de ter que operar ou por constrangimento do exame, o que pode ser altamente perigoso, pois pode se tratar de uma doença mais grave no ânus.

Por que posso ter hemorroida?

Depende de diversos fatores. As grávidas, por exemplo, possuem mais chances de ter hemorroida. O crescimento do bebê na barriga da mamãe gera uma pressão na região pélvica — e, consequentemente, nas veias da região anal.

Outra consequência é a diminuição do fluxo de sangue nessa região, devido a essa pressão e ao crescimento do útero, aumentando as chances de uma trombose hemorroidária.

O que mais gera pressão nas veias do ânus, fazendo com que elas inchem? Bem, a principal coisa é a força ao evacuar — por isso, a prisão de ventre é um dos principais propiciadores. Nesse sentido, a obesidade também é um fator de risco, pois também causa a pressão das veias na região.

Pessoas sedentárias também têm maior predisposição, porque pode ocasionar mal funcionamento do intestino e menor irrigação sanguínea nas veias do ânus. Então, lembrando: hemorróida não pega; apenas se desenvolve no próprio organismo.

Hemorroida é genética ou hereditária?

O fato de alguém da sua família estar com hemorróida ou já ter tido uma crise não é determinante para você também passar por isso. Porém, o fator pode indicar predisposição, e os coloproctologistas costumam perguntar na primeira consulta para investigar melhor.

Outra pergunta muito comum é se sexo anal causa hemorroida. Esse é um outro mito disseminado, principalmente na internet. A resposta é não. O sexo anal pode causar fissuras (feridinhas) na região, mas não o inchaço das veias.

Dicas da Dra. Hilma

Hemorroida tratamento

Atenção! Algumas doenças do ânus podem ser confundidas com hemorroida. As verrugas anais, chamadas HPV ou condilomas, podem parecer hemorroida, mas estas são viróticas e transmitidas não somente na relação anal, como também na relação vaginal e no contato íntimo diário não-sexual, como usar o mesmo banheiro, toalhas e outros objetos.

Se você notar alguma coisa diferente no ânus, vença o constrangimento e consulte com um proctologista.

Cuidado com informações de pessoas leigas ou matérias e notícias de fontes desconhecidas. A hemorróida é uma doença que, assim como qualquer outra, requer cuidados específicos. Quer saber mais sobre o assunto? Confira este post.

Compartilhe

comments
Fechar Menu
WhatsApp Hemorroidurgente
ENVIAR