De acordo com o Instituto Nacional de Câncer (INCA), estima-se que, para cada ano do biênio 2018/2019, sejam diagnosticados 68.220 novos casos de câncer de próstata no Brasil. Esses valores correspondem a um risco estimado de 66,12 casos novos a cada 100 mil homens. O câncer de próstata é a segunda principal causa de morte por câncer em homens, seguido apenas pelo câncer de pulmão.

Esses dados são mais que suficientes para demonstrar a importância do exame de prevenção. Apesar de tanta informação, infelizmente, alguns homens ainda têm preconceito com o exame de próstata, e acabam não indo ao médico.

Outras pessoas ainda acreditam que o coloproctologista trata da próstata, quando, na verdade, o urologista é o especialista responsável pelo assunto. Mas como o exame de próstata é realizado na região anal, é natural as pessoas confundirem.

Como prevenir o câncer de próstata?

Para manter a saúde da próstata, os homens com mais de 50 anos devem ir ao urologista e realizar, anualmente, os exames toque retal e a análise sanguínea do PSA (Prostate-Specific Antigens, ou antígenos específicos da próstata).

Caso haja alterações nos exames, o médico pode solicitar outros como a medição do jato de urina, ultrassonografia transretal, exame de urina PCA3, e biópsia.

Vale ressaltar que manter um estilo de vida saudável e os exames em dia são a melhor maneira de prevenir essa e outras doenças.

Qual a principal diferença entre a consulta de um coloproctologista e de um urologista?

Explicando de uma maneira simples, o urologista realiza o toque retal nos homens para pesquisar a próstata, o órgão masculino que se localiza do lado da frente da parede do intestino. Pelo toque, ele percebe se tem alguma alteração (se a próstata está macia, endurecida ou se existe algum nódulo ou tumor).

Já o toque retal do coloproctologista feito em homens ou mulheres é para examinar o ânus,  a hemorroida e a parte final do intestino, chamado reto.

Quem tem hemorroida pode fazer exame de próstata ou não?

Os homens com hemorroida podem fazer exame da próstata sem problemas, mas devem evitar se ela estiver inchada, a ponto de sair do ânus, dolorida e sangrando.

O ideal é tratar primeiro o problema no ânus para, então, fazer o exame de próstata, pois qualquer manipulação do ânus irritado pode piorar a situação — além de gerar uma dor desnecessária.

Dicas da Dra. Hilma

Hemorroida tratamento

Evite exames de próstata se o seu ânus estiver inchado, dolorido ou sangrando. Mas não deixe de realizar o exame de próstata caso tenha mais de 50 anos.

Cada especialidade médica é responsável por uma região do corpo humano. Apesar da semelhança na região pesquisada, coloproctologista e urologista possuem objetivos distintos.

Coloproctologia é o nome da especialidade médica que trata das doenças do intestino grosso (cólon), reto e ânus.

Se você está com algum problema nessa região do corpo, não hesite em pedir ajuda. Quanto antes receber o diagnóstico, melhor e mais rápido será o tratamento. Agende sua consulta online com a Dra. Hilma agora mesmo.

Compartilhe

comments
Fechar Menu
WhatsApp Hemorroidurgente
ENVIAR